Bichos

LiLou, o primeiro porco terapêutico a acalmar passageiros no aeroporto de San Francisco

Animal caminha de cap e com os cascos pintados pelo local

LiLou caminha pelo aeroporto de São Francisco usando cap de piloto e com os cascos pintados de vermelho
LiLou caminha pelo aeroporto de San Francisco usando cap de piloto e com os cascos pintados de vermelho - Jane Ross/ Reuters
São Paulo

Um porquinho de cinco anos, chamado LiLou, já virou figura conhecida no aeroporto de San Francisco, nos Estados Unidos. Ele circula pelo saguão de embarque regularmente com seu cap semelhante aos dos pilotos de avião e com os cascos pintados de vermelho, chamando a atenção de quem passa. 

O porquinho da raça Juliana faz parte de um programa que usa animais para acalmar passageiros e ajudar a aliviar a ansiedade de viajar, segundo a agência de notícias Reuters. Ele foi o primeiro porco terapêutico do programa, que conta principalmente com cães. Todos são dóceis e passam por treinamento.   

LiLou visita regularmente o aeroporto ao lado de sua dona, Tatyana Danilova. Ele passa pelo detector de metais, corre pelos portões de embarque levantando o casco em saudação e posando para selfies. “As pessoas ficam muito felizes em se distrair da viagem, de suas rotinas, quer estejam viajando em férias ou no trabalho”, disse Tatyana à Reuters. 

Quando não está encantando os passageiros no aeroporto, LiLou mora com sua dona em seu apartamento no centro de San Francisco, onde ele desfruta de uma dieta de vegetais orgânicos e barras de proteínas, dorme em sua própria cama e faz caminhadas diárias pelo bairro.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem