Bichos

Donos de gatos são mais propensos a ter esquizofrenia, diz estudo

Um novo estudo encontrou ligações entre esquizofrenia e a convivência com gatos domésticos na infância.

A pesquisa, publicada no boletim "Schizophrenia Research", é a terceira a comprovar a relação entre gatos e esquizofrênicos.

Os pesquisadores Edwin Torrey e Wendy Simmons, do instituto norte-americano Stanley Medical Research Institute, e Robert Yolken, do departamento de Neurovirologia Comportamental do mesmo instituto, analisaram dados de um questionário distribuído em 1982 entre 2.125 famílias membras do Instituto Nacional de Doenças Mentais (NAMI, na sigla em inglês).

Eles descobriram que 50.6% das pessoas que desenvolveram esquizofrenia na vida adulta tinham gatos na infância. Outros dois estudos feitos nos anos 90 com encontraram percentuais parecidos: 50,9% e 51,9%.

Os cientistas admitem que se trata mais de um link do que uma relação de causa e efeito, mas apontam que o parasita Toxoplasma gondii, o mesmo responsável pela toxoplasmose, pode ter um papel no desenvolvimento de esquizofrenia. O parasita vive nos gatos e pode ser transmitido para seres humanos.

"Esse parasita entra no cérebro e forma cistos microscópicos", disse o Dr. Edwin Torrey, coordenador da pesquisa, ao "Huffington Post". "Acreditamos que ele é ativado no final da adolescência e provoca a doença, provavelmente afetando os neurotransmissores".

Crédito: Reprodução/Youtube Estudo encontra ligação entre gatos domésticos e portadores de esquizofrenia
Estudo encontra ligação entre gatos domésticos e portadores de esquizofrenia

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias