Você viu?

Lembra dela? Sinead O'Connor pede ajuda em vídeo publicado em rede social 

A cantora irlandesa Sinead O'Connor, 50, famosa no final da década de 1980, publicou na última quinta (3), no Facebook, um vídeo no qual diz estar morando em um motel em Nova Jersey, nos EUA, e sofrendo com transtornos mentais. 

O vídeo viralizou e já tem mais de 1,2 milhão de visualizações. "Eu estou completamente sozinha. E não há ninguém na minha vida além do meu médico, meu psiquiatra, o homem mais doce do mundo, que diz que eu sou sua heroína, e essa é a única coisa que me mantém viva no momento. E isso é meio patético", afirma O'Connor no vídeo.

"Estou sozinha há dois anos como castigo por ser doente mental e sinto-me furiosa por ninguém tomar conta de mim. De repente todas as pessoas que deveriam te amar e tomar conta de você te tratam como merda. É como uma caça às bruxas", disse em outro trecho.

"Consegui escapar do meu país, do meu estigma, de tudo o que significava que era ok usar o fato de que eu tenho três transtornos mentais como algo para me bater", continuou. "É o estigma que mata pessoas, não são os transtornos".

Sinead O'Connor foi aclamada pela crítica em seu primeiro álbum, "The Lion and the Cobra" (1987), e ganhou fama mundial com a canção "Nothing Compares 2 U", uma composição de Prince.

Em 1992, durante participação no humorístico "Saturday Night Live", ela rasgou uma foto de João Paulo II. O episódio prejudicou sua carreira. 

Em 2015, Sinead insinuou, em uma postagem no Facebook, que pretendia cometer suicídio. No ano seguinte ela permaneceu 24 horas desaparecida

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem