Você viu?

'Vítima' decide tatuar gemidão do WhatsApp no braço e deixa a mãe 'pistola'

Charlize Mayla exibe sua nova tatuagem, o 'gemidão do WhatsApp'
Charlize Mayla exibe sua nova tatuagem, o 'gemidão do WhatsApp' - acervo pessoal / facebook


Charlize Mayla, 27, foi mais uma das "vítimas" do "gemidão" do WhatsApp, áudio recebido por 10 em cada 10 pessoas que estão no aplicativo. Só que ela, após receber o áudio na sala de aula, teve uma ideia inusitada: fazer uma tatuagem para eternizar o acontecimento, o que posteriormente deixou a sua mãe, segundo ela, "pistola", isto é, com raiva.

A estudante, que mora em Londrina (PR), confessou que se assustou com a rápida viralização da imagem. "Não divulguei no Facebook. Divulguei no Instagram e vinculei a imagem no Facebook. E mandei pra Lizandra do Twitter [da página Wikipédia do Funk]. Mas eu não esperava que fosse virar tudo isso. Nunca esperei que ia viralizar tanto. Porque eu postei a imagem na quinta à noite, e na própria quinta, não deu nem duas horas que ela postou, a internet só falava de mim."

O texto de Lizandra Souza, publicado em sua conta do Facebook na última quinta (27), já tem mais de 4.000 interações, 4.600 comentários e 6.000 compartilhamentos --até às 12h40 desta segunda (31). 


Charlize tenta levar tudo na brincadeira --inclusive a repercussão dos internautas sobre a sua tatuagem. Ela parece não ter ligado para as críticas que recebeu --algumas preconceituosas. 

"A repercussão tem sido bem interessante. Algumas pessoas gostam, acham engraçado, levam na zoeira. Mas algumas pessoas não gostam a ponto de criticar até meu grau de escolaridade, falar que eu sou analfabeta. Já me chamaram de ridícula, falaram que o Brasil não vai pra frente por causa disso, umas coisas meio nada a ver. Mas eu tento levar tudo na brincadeira. Eu fiz uma zoeira e tô na internet para levar as coisas na zoeira."

A família está dividida. Os primos e até a avó entraram no espírito e entenderam a brincadeira. Os tios não se posicionaram. Mas a mãe parece não ter gostado da ideia. "A minha mãe tá 'pistola' ainda", conta Charlize.

Segundo ela, a mãe não entendeu a tatuagem de primeira, mas quando percebeu do que se tratava, chamou a atenção da filha: "ela falou brava do jeito dela: 'As pessoas estão tirando sarro de você. Isso é ridículo, que ridículo.'"

Para alegria de sua mãe, Charlize disse que não pretende fazer outra tatuagem que cause tanta repercussão como essa: "Ideia a gente sempre tem. Espaço ainda tem. Mas se fizer não vai ser tão momentânea e tão louca quanto essa, porque essa foi bem impulsiva", disse.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem