Você viu?

Filhos de Audrey Hepburn brigam pelo controle dos bens da atriz

Os filhos da atriz Audrey Hepburn, estrela de filmes como "Bonequinha de Luxo", estão em pé de guerra pelo controle dos bens da mãe, morta em 1993.

De acordo com a revista americana "Entertainment Weekly", documentos mostram que o controle dos bens por um dos filhos está fazendo com que o fundo de caridade que leva o nome da atriz perca dinheiro.

Uma ação judicial aberta na terça (7) diz que os dois filhos de Audrey inauguraram o fundo de caridade juntos, em 1993. Ambos teriam os mesmos direitos quanto ao uso do nome e dos bens da artista.

FILE - This March 30, 1992 file photo shows actress Audrey Hepburn at the Oscars in Los Angeles.  Hepburn's eldest son was sued Wednesday, Feb. 8, 2017, in Los Angeles by a charity he helped establish
Audrey Hepburn na cerimônia do Oscar, em 1992 - Reed Saxon/AP

O problema é que um dos filhos, Sean Ferrer, do primeiro casamento de Audrey, "sofreu uma crise financeira" em 2008 e desde então tem dificultado a arrecadação de dinheiro pelo fundo de caridade.

O Fundo para Crianças Audrey Hepburn se sustenta com exibições de objetos que pertenceram à atriz. Uma delas, na Austrália, foi atrasada por Ferrer, o que causou o cancelamento de uma mostra na Coreia do Sul e, consequentemente, fez a organização perder dinheiro.

A ação judicial ainda cita um episódio ocorrido em abril de 2013, quando Ferrer se apropriou e mudou as senhas do site e dos e-mails do fundo de caridade.

Agora, o filho mais novo de Audrey, Luca Dotti, que é presidente da associação beneficente, quer que a justiça reforce o direito do fundo de caridade de usar os bens da atriz, prevenindo que Ferrer interfira em seu trabalho.

Além de atriz e ícone da moda, Audrey Hepburn também ficou conhecida por seu trabalho humanitário como embaixadora da Unicef, braço da Organização das Nações Unidas dedicado à infância.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem