Televisão

Inspirada no clássico 'Pollyanna', SBT estreia novela que deve durar dois anos

Novela vai falar de menina que vê tudo pelo lado bom

Da esq. para dir., Alice (Kiara Sasso) é a mãe de Poliana (Sophia Valverde) e Lorenzo (Lázaro Menezes) é seu pai
Da esq. para dir., Alice (Kiara Sasso) é a mãe de Poliana (Sophia Valverde) e Lorenzo (Lázaro Menezes) é seu pai - Divulgação

Descrição de chapéu Agora
Fabiana Schiavon
São Paulo

A novela infantojuvenil "As Aventuras de Poliana" estreia nesta quarta-feira (16), às 21h, no SBT. A atriz Sophia Valverde, 12, que já esteve na novela "Chiquititas" (2013-2015) e no filme "Como Nossos Pais" (2017), viverá a sua primeira protagonista.

A história é inspirada no livro "Pollyanna" (1913), clássico da americana Eleanor H. Porter (1868-1920), já em domínio público (sem direitos autorais). "Li o livro aos 12 anos, e a filosofia dele ficou enraizada em mim. Sempre tive vontade de passar para as pessoas essa teoria do jogo do contente, que, na verdade, não é ser feliz a qualquer custo, como muitos pensam. É mais profundo do que isso", afirma Íris Abravanel, autora da novela.

Na obra clássica, Pollyanna é uma menina que sempre olha o lado bom das coisas. "A ideia é mostrar que nós podemos mudar a nossa maneira de pensar e aprender lições a partir das coisas ruins que acontecem conosco", diz Abravanel.

Na trama, a protagonista Poliana é filha de dois atores, Alice (Kiara Sasso) e Lorenzo (Lázaro Mendes), que criam uma trupe de teatro itinerante. Eles rodam o Brasil levando arte e, mesmo passando por problemas financeiros, ensinam à filha que é sempre possível ver o lado bom das coisas.

A novela terá muitas músicas e videoclipes. Os atores Lázaro e Kiara, que são casados na vida real, são músicos e atores de teatro musical. O folhetim ainda resgata a história do século passado para o presente e a atualiza.

Há personagens youtubers e uma empresa fictícia que investe em jogos e tecnologia. "Contei com a minha equipe jovem para ter ideias de como envolver a tecnologia e a robótica na história", diz Íris.

A atriz Sophia Valverde conta que sempre quis ser protagonista. "Sinto que estou realizando um sonho. Há muito mais cenas que nas outras novelas que fiz, como 'Chiquititas' e 'Cúmplices de um Resgate', mas eu já sabia que seria assim. Tenho muita facilidade em decorar os textos, então, para mim está tranquilo."

Sophia conta que também adora a internet e que mantém um canal no YouTube, chamado O Mundo da Sophia Valverde. Ela diz, ainda, que já está adotando a filosofia de sua personagem na vida. "Às vezes, quando estou no trânsito, em vez de ficar brava, aproveito para conversar mais com a minha mãe ou para ler um livro. Todo o elenco e a produção já aprenderam e estão praticando."

Com grande elenco de crianças e adolescentes, como a atriz Larissa Manoela, Kauan Siqueira e Bia Lanutti, a novela deve manter o elenco ao longo os primeiros 200 capítulos já encomendados pela emissora.

A programação é que a trama fique por, pelo menos, dois anos no ar. "Sabemos que, aos poucos, vão pedindo mais capítulos, e temos que entregar. Mas como no livro 'Pollyanna Moça', podemos dar continuidade à história e acompanhar o crescimento e o desenvolvimento das crianças", diz a autora Íris Abravanel, referindo-se à continuação da obra que inspirou a novela, lançado em 1915.

Na Escola Ruth Goulart, alunos maus representarão o bullying e outras questões atuais da infância. O ator Lawrran Couto será o galã da turma. "Ainda não sei se ele fará maldades. Mas ele terá contato com a Poliana, que vai interagir com todos os núcleos. A gente já aprendeu muito lendo o livro."

Agora
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem