Televisão

'Não pode mais nada, o politicamente correto é horrível', diz Betty Faria

Betty Faria, 75, não gosta do politicamente correto. A atriz foi uma das convidadas do "Amor & Sexo" (Globo) desta quinta (23) e deixou claro seu descontentamento com o que considera uma patrulha injustificável. 

"Todo mundo tem que respeitar tudo, não existe mais aquela brincadeira 'Olha a cabeleira do Zezé...", disse cantarolando um trecho da marchinha. "Não pode mais nada, as pessoas estão muito reprimidas, o politicamente correto é terrível."

O papo surgiu quando a apresentadora Fernanda Lima mostrou a foto de um beijo de Betty com a também atriz Leila Diniz, morta em 1972. "Sabe que eu acho que causa mais [repercussão] agora do que naquela época [em 1969]?", afirmou.

Na praia, de biquíni

Betty também comentou as críticas que recebeu quando, há três anos, foi à praia de biquíni e viu sua imagem viralizar pela internet. 

"Acho que eles esperavam ver Tieta", falou aos risos lembrando de sua personagem na novela homônima de 1989. "Eu estava doente havia 15 dias, aí vi que o mar estava bom, que a praia estava boa, botei o biquíni, me enrolei na canga e fui dar um mergulho. Estava feliz como pinto no lixo."


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem