Publicidade

Fazia parte da personagem mexer com o imaginário de homens e mulheres, diz Paolla Oliveira

01/02/2015 - 19h52

Publicidade

DE SÃO PAULO

Paolla Oliveira, 32, comentou o sucesso da garota de programa Danny Bond em "Felizes para Sempre?" (Globo) durante entrevista ao "Domingão do Faustão" (na mesma emissora).

A atriz, que voltou a afirmar não ter usado dublê na minissérie, disse que não teve nenhuma preparação especial para as cenas mais sensuais.

"Mulherada, me ouçam, a gente tem que se preparar para a vida", contou. "A gente tem que estar bem sempre, não para um evento específico."

"A gente tem que se agradar primeiro, tem que se sentir bonita do jeito que for", continuou. "A gente se sentindo assim, garanto que o outro também vai ter ver desse jeito."

"Para esse trabalho especificamente, fazia parte da personagem mexer com o imaginário dos homens e das mulheres", disse.

"Meu corpo está à disposição do meu trabalho", afirmou. "Se tiver que ficar feia, gorda, o que tiver que fazer. Essa é a diversão do ofício."

"Tem cena que você precisa estar mais entregue ou ter uma disponibilidade maior por 'n' motivos. Esse trabalho pelas cenas mais quentes teve essa característica."

Sobre a personagem, ela disse ainda que se surpreendeu com a repercussão.

"Eu não sabia o tamanho de Denise, sabia da grandiosidade da série e sabia que queria fazer", contou ela, que ainda revelou ter feito teste para o papel.

Paolla também disse que conheceu quase toda a equipe durante a gravação e que se identifica mais com os papéis de mocinha que com o de vilã ou garota de programa.

"A gente é de tudo um pouco, nem tanto ao céu nem tanto à Terra, mas é melhor parecer com a boazinha, né?", riu.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha