Publicidade

Crítica: Copiando 'Lost', 'Além do Horizonte' tem pior estreia no horário em 13 anos

06/11/2013 - 17h43

Publicidade

ALBERTO PEREIRA JR.
EDITOR DO "F5"

Para o público acostumado a séries, "Além do Horizonte", novela das 19h que a Globo estreou anteontem, lembrou a extinta "Lost".

Estavam lá a paisagem exuberante (no caso, a floresta amazônica); uma certa zona proibida, fora dos limites da fictícia vila de Tapiré; e a "Besta" que balança árvores, persegue e elimina pessoas.

No Rio de Janeiro, o folhetim se equilibrava entre conflitos teen e mais segredos. A geniosa Lili (Juliana Paiva) reluta contra seu noivado e, na sequência, descobre que seu pai não morreu, mas fugiu.

Alex Carvalho/Divulgação/TV Globo
Igor Angelkorte e Juliana Paiva em cena da novela 'Além do Horizonte', da Globo
Igor Angelkorte e Juliana Paiva em cena da novela 'Além do Horizonte', da Globo

Na mesma cidade, William (Thiago Rodrigues) é galanteador, esperto e dedicado à família. O destino o coloca ao lado de Lili, já que seu irmão, Marlon (Rodrigo Simas), também partiu para uma nova jornada. Da relação de gato e rato entre a dupla --que mostrou ter química--, surgirá o amor.

Estreia de Carlos Gregório e Marcos Bernstein como autores, "Além do Horizonte" ficou entre uma saga de aventura e uma narrativa folhetinesca. Talvez por isso tenha marcado 24 pontos na média consolidada do Ibope --a pior estreia do horário nos últimos 13 anos. Cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande São Paulo.

"Além do Horizonte" também não apresentou a exuberância de imagens comum no início das novelas da Globo.

Outros personagens e uma sociedade secreta serão as apostas da trama, que precisa aumentar a voltagem de seu suspense, se quiser ser bem lembrada como "Lost".

NA TV
Além do Horizonte
Novela das 19h da Globo
AVALIAÇÃO regular

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

[an error occurred while processing this directive]

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha