Música

Willow Smith revela que cometeu automutilação na época de 'Whip My Hair'

A cantora é filha dos atores Will Smith e Jada Pinkett Smith

A cantora Willow Smith durante March for Our Lives (Marcha pelas Nossas Vidas, em português) em Los Angeles
A cantora Willow Smith durante March for Our Lives (Marcha pelas Nossas Vidas, em português) em Los Angeles - Patrick T. Fallon-24.mar.2018/Reuters

São Paulo

A filha mais velha do ator Will Smith, Willow, falou pela primeira vez sobre problemas psicológicos e as crises de ansiedade que a levaram a cometer automutilação quando tinha apenas dez anos. 

No segundo episódio da web série Red Table Talks, que protagoniza ao lado da mãe, Jada, e da avó Adrienne, Willow foi questionada sobre sua maior perda e a resposta surpreendeu a família: "a sanidade". 

Aos 17 anos, a cantora e modelo conta que tudo aconteceu quando conheceu a fama, em 2010, com o clipe "Whip My Hair": "Parei de fazer aulas de canto e entrei numa zona cinzenta, me questionando coisas como 'quem eu sou', 'quais são meus propósitos' e principalmente 'será que posso fazer algo além disso?'.

Ela conta que a pressão para que terminasse de compor e gravar o álbum foi o principal fator que a levou às crises de ansiedade e automutilação. "Quando me cortava, sentia uma calmaria", disse à mãe e à avó. 

Ao final do relato, Willow mostrou a Jada e Adrienne uma cicatriz no pulso –o que deixa as duas visivelmente surpresas– e disse que nunca teve coragem de contar o que sentia a nenhum adulto. No ano passado, a cantora já havia dado sinais de que está sentindo os impactos da infância estrelada, dizendo que crescer sob os holofotes foi uma experiência "absolutamente terrível". 

UOL
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem