Música

Cristiano Araújo continua entre os mais tocados do Brasil dois anos após morte


Mesmo morto há dois anos, Cristiano Araújo segue um dos cantores mais tocados nas rádios brasileiras, segundo levantamento feito a pedido da Folha.

Segundo a Connectmix, empresa que acompanha as execuções de músicas em rádios, a obra do sertanejo foi 35ª mais tocada no Brasil em 2016. Neste ano, até o dia 14 de junho, ocupava a 27ª posição no ranking.

"Essa é a prova que música boa não passa. E ele teve muita música boa, por isso continua tocando forte no rádio", analisa o Fábio Marcelo Schuck, representante de marketing da empresa.

Desde 2011, Cristiano Araújo lançou três álbuns ao vivo e um de estúdio.

O CD e o DVD "Efeitos" o consagrou com a música que dá título ao trabalho. Em 2012, veio o "Ao vivo em Goiânia". No ano seguinte, lançou seu primeiro álbum em estúdio: "Continua". Já em 2014, gravou o terceiro álbum ao vivo "In the Cities - Ao vivo em Cuiabá".

É do álbum em estúdio a música mais executada de Cristiano depois de sua morte: "Maus Bocados", lançada em 2013, é a 210º mais tocada no Brasil.

Já as canções "É com ela que eu estou" e "Cê que sabe", do último trabalho, estão em 219º e 225º lugar, respectivamente. Ao todo, 16 músicas do artista estão entre as 2.000 canções mais executadas nas rádios.

ACIDENTE FATAL

Um acidente automobilístico interrompeu a trajetória de Cristiano Araújo, aos 29 anos. Ele retornava para Goiânia de um show realizado em Itumbiara, no Sul de Goiás, junto com a namorada, a estudante Allana Moraes, 19, quando a Range Rover em que estavam capotou, na madrugada do dia 24 de junho de 2015.


OS MAIORES SUCESSOS 

"Maus bocados" - 210ª mais tocada no país

"É com ela que eu estou" - 219ª

"Cê que sabe" - 225ª

"Hoje eu tô terrível" - 285ª

"Caso indefinido" - 307ª

"Mente pra mim" - 456ª

"Efeitos" (participação Jorge) - 536ª

"Você mudou" - 555ª

"Traição a queima roupa" (participação Jads e Jadson) - 644ª

"764: Blackout" - 764ª

"Empinadinha" - 860ª

"Maus bocados" - Ao vivo - 957ª

"Cê que sabe" - Ao vivo - 986ª

"Caso Indefinido" - Ao vivo - 1010ª

"Bem melhor assim" - 1360ª

"Tá mais pra capetinha" - 1764ª

(Fonte: Connectmix)


DEEZER

Quase 450 mil fãs/seguidores na Deezer

As principais faixas mais executadas na Deezer são:

1. "É com ela que eu estou"

2. "Cê que sabe"

3. "Maus bocados"

4. "Hoje eu tô terrível" (ao vivo)

5. "Caso Indefinido" (ao vivo)

6. "Mente pra mim"

7. "Perdeu o cara errado" (ao vivo)

8. "Efeitos"

9. "Maus bocados" (ao vivo)

10. "Cê que sabe" (ao vivo)

11. "Blackout" (ao vivo)

12. "Você mudou"


Seu público é bem dividido entre homens e mulheres, homens representam 52%. A maioria tem entre 25 e 34 anos (42%), seguida de 18 a 24 (32%). Paulistas, Mineiros, Cariocas e Curitibanos lideram no interesse por ouvir suas músicas.

No dia da morte do artista, houve um pico que registrou mais de 820% de crescimento do que a média que ele vinha registrando desde o início de 2015. Depois teve uma linha natural de queda. Hoje sua média de streaming é pelo menos o dobro de antes do acidente.


SPOTIFY

Tem 437,113 ouvintes mensais e 463.387 seguidores; a maioria é de São Paulo (93.233), seguida por fãs do Rio de Janeiro (29.980), Belo Horizonte (25.791), Curitiba (17.508) e Brasília (16.316).


As 10 principais faixas mais executadas no Spotify são:

1 - "Maus Bocados" (15.534.230 reproduções)

2 - "Cê Que Sabe" (13.968.507)

3 - "É Com Ela Que Eu Estou" (ao vivo) (10.013.531)

4 - "Hoje Eu To Terrível" (ao vivo) (9.653.499)

5 - "Perdeu o Cara Errado" (ao vivo) 3.275.202


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem