Publicidade

humanos

Amigo do sexo oposto é fator negativo para casal, diz pesquisa

06/05/2012 - 08h26

Publicidade

DE SÃO PAULO

A presença de um amigo do sexo oposto na vida de um casal pode prejudicar, e muito, a satisfação da pessoa com o seu atual parceiro.

Segundo uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Wisconsin-Eau Claire, nos Estados Unidos, quanto mais próxima a amizade entre o homem e a mulher, menos satisfeita a pessoa está com o seu relacionamento.

Uma pesquisa feita com cerca de 400 pessoas com idades entre 18 e 52 anos, avaliou a influência das amizades e o possível grau de atração entre os amigos.

Os homens foram mais frequentes em afirmar que se sentiam atraídos pelas amigas, ao mesmo tempo em que superestimavam os possíveis sentimentos dela com relação a eles.

Já as mulheres eram menos propensas a fantasiar com seus amigos ou supor que eles tivessem esse tipo de sentimentos por elas.

Além disso, a atração pelo amigo do sexo oposto foi tida como uma interferência muito maior que um benefício quando se tratava outras relações amorosas.

"A atração sexual surge normalmente como um custo --e isso era dito espontaneamente. Mas as pessoas parecem dispostas a assumir o mal que isso possa causar em compensação à satisfação que eles encontram nessas amizades", comenta o estudo.

A situação, por vezes cômica, já foi retratada em vários filmes. Em "O Casamento do Meu Melhor Amigo", a personagem de Julia Roberts descobre que está apaixonada pelo amigo do título. E Cameron Diaz, a noiva inocente, nada percebe.

Associated Press
Cameron Diaz, Dermot Mulroney e Julia Roberts em cena do filme "O Casamento do Meu Melhor Amigo"
Cameron Diaz, Dermot Mulroney e Julia Roberts em cena do filme "O Casamento do Meu Melhor Amigo"
  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha