Estilo

Veludo molhado volta à moda e imprime seu charme às produções; veja como usar a textura 

Moda veludo molhado
A consultora de imagem e estilo Juliana Maragoni com uma calça de veludo molhado - Ernesto Rodrigues/Folhapress


O brilho delicado do veludo molhado esteve nos desfiles de moda e é o ‘hit fashion’ do momento. “Ele voltou e é destaque em praticamente todas as passarelas internacionais. O que antes era usado somente em roupas de festa e no inverno, hoje ressurge em diversas opções e para todas as ocasiões e climas”, diz a consultora de imagem e estilo Juliana Maragoni, que investiu em várias peças para seu guarda-roupa.

Raquel Sodré, consultora de moda da Feira do Circuito das Malhas, dá detalhes sobre o tecido. “A fibra desse material é prensada em várias direções e fica com a superfície irregular. Essa técnica dá o resultado de aparência cintilante, com a impressão de o tecido estar molhado”, fala.

Segundo Arlindo Grund, apresentador do “Esquadrão da Moda” (SBT), o veludo molhado é um dos tecidos mais antigos do mundo e foi criado na Índia. “Após a sua popularização, nos anos 1970, e o uso exagerado, nos anos 1980, foi criada uma imagem negativa dele. Mas, ainda hoje, esse material é considerado objeto de luxo”, diz o stylist.

A moda atual investe desde em peças básicas, como blusas, saias e vestidos, até em casacos, “bodies”, calças, conjuntos esportivos e acessórios, como botas e bolsas. “Não tenha medo de ousar. Só atenção, porque o veludo molhado poderá aumentar visualmente a região que ele estará vestindo”, observa Grund.

A dica é apostar em peças mais soltinhas ou evitar o tecido na parte do corpo que incomoda, para não chamar tanto a atenção para ela.

Há quem tenha medo de adotar o veludo molhado por achar que ele envelhece ou por não saber com o que combiná-lo. “A dica é deixar a produção mais jovial, pois as peças estão superatuais. Como o veludo já é um ponto de destaque no ‘look’, então vale optar por peças mais neutras, discretas, para não cair no exagero”, indica Juliana.

Mas dá para combinar com roupas trabalhadas, também. “As composições ficam originais com a mistura de texturas e materiais. É o caso do contraste do veludo com couro ou com jeans em versão ‘destroyed’”, sugere Raquel.

Cuidado, no entanto, com exageros! Prefira uma peça do tecido de cada vez. “Acessórios podem ser combinados, como bolsa e sapato de veludo, mas deixe as roupas para serem usadas separadamente”, indica Juliana. 


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem