Tony Goes

Cantor português vence Eurovision com qualidade musical e torcida de famosos

Portuguese singer representing Portugal with the song "Amar Pelos Dios" Salvador Vilar Braamcamp Sobral aka Salvador Sobral holds the trophy as he celebrates on stage after winning during the final of
O português Salvador Sobral segura o troféu após vencer o Eurovision - Sergei Supinsky/AFP


Acompanho o festival Eurovision há nove edições. A cada ano, muda o país-sede e mudam os artistas, mas uma coisa permanece a mesma: o nível rasteiro das canções concorrentes.

Concebido na década de 1950 como mais uma forma de promover a integração entre os países europeus, o evento logo se consolidou como um celeiro de músicas bobas.

A razão para isto é simples: o voto popular. Ganha o candidato que conseguir ser entendido por mais gente, embalado por um refrão pegajoso. Assim, o inglês é a língua dominante nas letras, independentemente do idioma falado no país de origem. Abundam as onomatopeias e as rimas pobres.

Por outro lado, as apresentações são espetaculares. O palco gigantesco costuma ser ocupado por bailarinos, fogos de artifício, o escambau. Nos últimos tempos, telões de LED criam universos inteiros em cena.

Tudo isto foi jogado para escanteio por Salvador Sobral, o português de 27 anos que venceu o Eurovision 2017 neste sábado (13), em Kiev, na Ucrânia. A canção "Amar Pelos Dois", composta por sua irmã Luisa, é sutil e delicada, com um óbvio parentesco com a bossa nova. E a letra é em português.

Salvador se apresentou sobre um pequeno círculo, longe do palco e perto da plateia. O maior efeito especial foi ele mesmo, que fez caretas e se contorceu como se estivesse sentindo dores atrozes.

Será que não estava mesmo? São cada vez mais intensos os rumores de que ele tem sérios problemas cardíacos e estaria na fila de um transplante de coração. Por enquanto, a explicação oficial é que Salvador estaria se recuperando de uma cirurgia que lhe removeu duas hérnias. Mas o fato é que sua irmã o substituiu em alguns ensaios técnicos, para poupá-lo.

"Amar pelos Dois" é de uma qualidade tão superior ao resto da concorrência que se destacou com facilidade. Desde sexta-feira (12), era apontada como favorita pelas casas de apostas britânicas.

Portuguese singer representing Portugal with the song "Amar Pelos Dios" Salvador Vilar Braamcamp Sobral aka Salvador Sobral (R) holds the trophy as he celebrates with his sister Luisa Sobral on stage
Luisa Sobral (à esq.), irmã de Salvador (à dir.) e autora de 'Amar Pelos Dois' - Sergei Supinsky/AFP

E conquistou defensores de peso nas redes sociais. A escritora J. K. Rowling, criadora da série Harry Potter, soltou um tuíte onde torcia em português (ela foi casada com um luso e fala um pouco da nossa língua). Caetano Veloso chegou a postar um vídeo dizendo "eu quero que Salvador Sobral ganhe."

Ganhou mesmo, com o maior escore (785 pontos) de toda a história do festival. Venceu no voto popular e em muitos dos 42 júris especializados, um de cada país concorrente. E ainda levou o prêmio Marcel  Bezençon, dado pela organização do festival antes da grande final: melhor intérprete, escolhido pelos comentaristas presentes. Luisa Sobral ganhou outro, pela melhor composição, votado pelos compositores das canções candidatas.

​​Eurovision voltou a ter uma certa relevância com o advento da internet e da TV paga. Em 2014, o festival foi manchete no mundo inteiro com a vitória da cantora barbada Conchita Wurst, representante da Áustria. Em 2016, venceu uma canção de tons políticos: 1944, da ucraniana Jamala, sobre o massacre dos tártaros por Stálin na Segunda Guerra Mundial –e uma crítica velada à invasão da Crimeia pelos russos.

Mas ninguém esperava pelo que aconteceu este ano. Uma música despretensiosa, com arranjo de cordas, sem pirotecnia mas cantada com emoção, levou o prêmio máximo para Portugal, um país que nunca havia vencido antes. Tomara que a moda pegue.

Tony Goes

Tony Goes tem 56 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem