Tony Goes

Dudu Camargo e a curiosa relação do SBT com o jornalismo

A estreia de Dudu Camargo no comando do "Primeiro Impacto", o noticiário matinal do SBT, continua repercutindo. Depois de dividir as redes sociais, o apresentador —de apenas 18 anos e aparelho nos dentes agora é alvo do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, que pede que ele seja removido da função por não ser formado em jornalismo.

Não é a primeira vez que a emissora de Silvio Santos se envolve em polêmicas com seus telejornais. Há cerca de um mês, o SBT foi criticado por substituir a exibição de séries americanas nas madrugadas de segunda a quinta por reprises do "Jornal do SBT Noite" —a mesma edição, quatro vezes seguidas.

A novidade durou pouco. Menos de uma semana depois, o canal trocou as reprises pelo "SBT Notícias", ao vivo.

Essa movimentação é típica da emissora. As mudanças na grade são frequentes, e as experiências que não garantem um retorno imediato no Ibope são ceifadas sem choro nem vela.

É o que pode acontecer com Dudu Camargo, que tem apenas uma semana para mostrar serviço na nova função. De qualquer forma, o rapaz já é uma aposta da emissora, que vê nele uma espécie de jovem Luiz Bacci.

Mas sua ida para o "Primeiro Impacto" também é um sintoma da maneira curiosa como o SBT trata seu jornalismo. É quase um transtorno bipolar: ao longo de sua história, o canal misturou programas apelativos como "Aqui e Agora" com nomes de peso indiscutível, como Boris Casoy, Hermano Henning ou Ana Paula Padrão. E o resultado é que jamais conseguiu se firmar como referência na área.

Chamam a atenção os esforços para tornar os noticiários mais leves, até divertidos. Durante a semana, a programação é salpicada por boletins curtíssimos, como se o espectador não tivesse paciência para mais do que alguns minutos de notícias.

Também não faltaram bizarrices, como telejornais pré-gravados (uma temeridade, ainda mais em tempos de internet) ou até mesmo as pernas das apresentadoras Cynthia Benini e Analice Nicolau, transformadas em atração principal da primeira fase do "Notícias Breves".

Por tudo isso, talvez não se deva dar maior importância à chegada de Dudu Camargo ao "Primeiro Impacto". Se ele emplacar, ótimo; se não, com certeza será reaproveitado em algo que exija mais de seus talentos do que o Homem do Saco, o personagem mascarado que encarna no "Fofocando".

E assim, de experiência em experiência, o jornalismo do SBT pode até conquistar números expressivos de audiência. Prestígio, nem tanto.

Tony Goes

tem 54 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem