Carnaval 2018

Camarotes do Rio atraem menos celebridades no 2° dia de desfiles do Grupo Especial

Anônimos aproveitam estrutura montada por organizadores

A cantora Marília Mendonça se apresenta no camarote Guanabara
A cantora Marília Mendonça se apresenta no camarote Guanabara - AgNews

 

Bernardo Moura Julianna Granjeia
Rio de Janeiro

No segundo dia de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, os camarotes da Sapucaí tiveram gente demais e celebridades de menos. 

Apesar de lotados, os espaços VIPs não conseguiram atrair tantos famosos como em outros carnavais, nem mesmo com garantia de visibilidade, conforto nas instalações e vista privilegiada da passarela do samba. 

Nos três andares do camarote N°1, circularam nomes como Sabrina Sato --musa do camarote e que causou frisson ao reeditar fantasia de Luma de Oliveira no Carnaval de 1998--, Isis Valverde, Reynaldo Gianecchini, Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest, Luiza Brunet e André Marques. Angels da Victoria's  Secret também bateram ponto no camarote.

 

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), fez uma aparição digna de campanha eleitoral, parando para abraçar e tirar fotos com o público do camarote e arriscando uma discotecagem na pista de dança de um dos camarotes. Ele negou que estivesse em pré-campanha.

Já no Nosso Camarote, Ronaldo Fenômeno e Carol Sampaio conseguiram atrair celebridades do quilate de Luana Piovani e o marido, Pedro Scooby, e a atriz Sophie  Charlotte. A funkeira Ludmila foi a estrela da noite e cantou seus principais sucessos.

Marília Mendonça foi destaque no camarote dos supermercados Guanabara. Já no camarote Wood's, os sertanejos Fernando e Sorocaba atraíram as atenções. A dupla estreou na Sapucaí nesta segunda (12), onde fez show no novo espaço caipira da passarela do samba.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem