Celebridades

Malala diz que Emma Watson a inspirou a se identificar como feminista

Malala Yousafzai, 18, a vencedora mais jovem de um Nobel da Paz, disse que se inspirou no discurso de Emma Watson, 25, na ONU para se identificar com o feminismo.

"Essa palavra, 'feminismo', é uma palavra complicada. Quando ouvi o termo pela primeira vez, ouvi algumas respostas negativas e algumas positivas. Hesitei em dizer se sou feminista ou não", contou.

"Depois de ouvir seu discurso, quando você disse 'Se não for agora, quando? Se não for eu, quem?', decidi que não tem jeito, e que não tem nada de errado em se identificar como feminista", disse, em referência ao discurso de Watson na ONU, no lançamento da campanha #HeForShe, em setembro de 2014.

"Eu sou feminista e você é verdadeiramente feminista, porque feminismo é uma outra palavra para igualdade", completou.

<> Galeria de Imagens
19768
Matéria importada do Spiffy News

Durante a entrevista, Emma Watson demonstrou estar bastante emocionada com a oportunidade de conversar com Malala. As duas admitiram nutrir admiração mútua.

Após a entrevista, a atriz declarou em seu perfil no Facebook que Malala é "atenciosa, completamente graciosa, fascinante e inteligente".

"Ela tem força nas suas convicções combinada com o tipo de determinação que eu raramente encontro... e não parecem ter sido reduzidas pelo sucesso que ela já teve", escreveu.

A ativista foi entrevistada pela atriz na última quarta (4), para o lançamento do documentário "Malala" no festival Into Film, no Reino Unido. O registro foi publicado no Facebook da própria Watson.

O festival promove a exibição gratuita de filmes e documentários em escolas britânicas para crianças e adolescentes de 5 a 19 anos. "Malala" foi assistido por mais de 10 mil estudantes do continente.

Confira a entrevista, em inglês:


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias