Celebridades

Katy Perry desbanca Beyoncé no posto de artista mais bem paga do mundo

A cantora pop americana Katy Perry, 30, tornou-se a artista mais bem paga do mundo, com ganhos de US$ 135 milhões no ano passado, segundo um informe publicado na revista "Forbes" nesta segunda-feira (29).

A cantora, que também é a personalidade mais popular no Twitter, com 71 milhões de seguidores, encabeçou a lista graças a um ano frutífero nos palcos.

Recentemente, Katy entrou também para a restrita lista de artistas com mais de um bilhão de visualizações em um único vídeo no YouTube. Só ela, Justin Bieber e Psy conquistaram a façanha até hoje.

<> Galeria de Imagens
6810
Matéria importada do Spiffy News

Com uma turnê mundial de 150 datas para apresentar o álbum "Prism", Katy Perry superou por pouco os ganhos da banda One Direction.

Os jovens britânicos ganharam 130 milhões de dólares no mesmo período, mas estão perdendo fôlego após a partida, em março, do cantor Zayn Malik.

Em terceiro lugar ficou a estrela de música country Garth Brooks, com 90 milhões de dólares.

Taylor Swift, a arqui-rival de Katy Perry, ficou de fora do pódio, com US$ 80 milhões. A classificação leva em conta a renda de junho de 2014 a junho de 2015 e Taylor começou em maio a turnê de seu álbum de sucesso, "1989".

A queda mais aguda foi para Beyoncé, que ocupava o primeiro lugar no ano passado e agora está na posição 29, depois de ter terminado sua turnê mundial em março de 2014.

O álbum "1989", que se tornou rapidamente o álbum mais vendido nos Estados Unidos desde 2002, inclui uma canção, "Bad Blood" (sangue ruim), em que Taylor Swift parece atacar Katy Perry.

Em entrevista à revista Rolling Stone, Swift, de 25 anos, contou que a letra se dirigia a uma cantora que tentou sabotar sua turnê, contratando membros de sua equipe. Ficou entendido que falava de Perry.

O ranking da "Forbes" registra os ganhos dos artistas. Mas se forem contabilizadas todas as celebridades, Katy Perry ocupa o terceiro lugar, atrás dos boxeadores Floyd Mayweather e Manny Pacquiao.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias