Publicidade

Kate pode induzir parto do bebê real, diz jornal

27/04/2015 - 09h33

Publicidade

AFP

O segundo filho do príncipe William da Inglaterra e de sua mulher Kate era aguardado com ansiedade nesta segunda-feira (27), em meio a especulações sobre os dias que faltam para o parto e a possibilidade de induzi-lo.

A futura mamãe, a duquesa de Cambridge, mencionou a segunda quinzena de abril como a época provável do nascimento, e o jornal inglês "Daily Telegraph" apontava para esta segunda-feira, citando fontes da casa real. Acreditava-se antes que o parto aconteceria na quinta-feira, dia 23 de abril, um suposto atraso que provoca especulações.

"A duquesa pode já ter discutido a possibilidade de induzir o parto, em particular se estiver sentindo algum incômodo", acrescentou o jornal conservador.

As apostas se direcionam agora a um nascimento na quarta-feira, dia do quarto aniversário de casamento dos pais.

O fato de o príncipe George ter nascido em uma segunda-feira também faz com que alguns acreditem em uma parto hoje.

Seu tio, o príncipe Harry, que nesta segunda-feira tem que viajar à Austrália, pode ficar sem conhecê-lo até sua volta, em meados de maio.

Harry esteve na Turquia no sábado para acompanhar um ato pelo centenário da batalha de Galípoli, e voltou ao Reino Unido brevemente para entregar as medalhas da maratona de Londres, no domingo.

O príncipe William, o pai, também participou de uma cerimônia em memória de Galípoli, em Londres. O segundo na linha de sucessão à coroa já está de licença-paternidade na empresa de helicópteros-ambulância para a qual trabalha entre os compromissos reais.

O novo bebê —as apostas preveem que será menina e se chamará Alice— será o quarto na linha de sucessão à coroa de sua bisavó Elizabeth 2ª.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha