Publicidade

celebridades

Joias de Liz Taylor são leiloadas por mais de US$ 116 milhões

14/12/2011 - 14h34

Publicidade

DA EFE, EM NOVA YORK

A chama de uma das maiores estrelas de Hollywood voltou a acender na terça-feira (13), quando o leilão da espetacular coleção de joias de Elizabeth Taylor causou alvoroço em Nova York.

Veja mais imagens das joias de Liz Taylor

A expectativa em torno das peças era tal que a Christie's só permitiu o acesso à "zona nobre" de sua sede na cidade americana a quem abrisse uma linha de crédito de US$ 100 mil.

Não foi para menos, já que quatro horas depois os 80 lotes alcançaram quase US$ 116 milhões (R$ 210 milhões), muito acima dos US$ 30 milhões estimados inicialmente.

A estrela indiscutível da jornada foi uma impressionante pérola conhecida como "A Peregrina", um dos diversos presentes dados pelo ator Richard Burton, marido de Liz duas vezes. A peça foi arrematada na primeira metade da sessão por US$ 11,8 milhões, o novo recorde mundial de venda de uma pedra preciosa durante um leilão.

Várias soberanas espanholas ostentaram a joia, que data do século 16 e pertenceu à Coroa espanhola durante oito gerações, até que José Bonaparte fugiu do país com a famosa pérola, que passou depois por Irlanda e Estados Unidos até terminar nas mãos de outra "rainha", neste caso de Hollywood, na década de 1960.

"A Peregrina", montada em um colar com outras pérolas, além de rubis e diamantes, estava avaliada pela Christie's em até US$ 3,5 milhões, mas acabou ofuscando outras das joias mais cobiçadas da jornada, como um anel com um diamante de 33 quilates que encontrou comprador por US$ 8,8 milhões.

Outra das "pérolas do leilão" foi um diamante plano com engrenagem de ouro conhecido como "Taj Mahal", com o qual Burton a surpreendeu em seu aniversário de 40 anos. A joia foi vendida por US$ 8,8 milhões, enquanto um colar de safiras e diamantes assinado pela marca Bulgari em estilo art déco conseguiu US$ 5,9 milhões.

Outro jogo de quatro peças de rubis e diamantes assinado pela Cartier acabou arrematado por US$ 9,6 milhões, incluindo um anel que alcançou US$ 4,2 milhões e um colar que saiu por US$ 3,7 milhões, enquanto um chamativo anel de diamantes amarelos - sua cor preferida - chegou a US$ 2 milhões.

Outras joias negociadas foram uma tiara vendida por US$ 4,2 milhões, um anel de diamantes de cor cognac, também presente de Burton à diva, que saiu por US$ 2,3 milhões, e brincos de pérolas naturais e diamantes, avaliados em até US$ 600 mil e arrematados por quase US$ 2 milhões.

Mike Segar/Reuters
Tiara que foi leiloada por US$ 4,2 milhões
Tiara que foi leiloada por US$ 4,2 milhões

O leilão continuará nesta quarta-feira com a coleção de roupas da diva, "toda a história da moda no século 20", na qual se destacam chamativos vestidos produzidos pela grife Pucci na década de 1960, jaquetas com pedraria feitas pela Versace nos anos 80 e várias peças de Christian Dior.

Dois dos trajes que mais interesse despertaram são os vestidos que a protagonista de "Gata em Teto de Zinco Quente" usou nos dias de seus dois casamentos com Burton, em 1964 e 1975, um de seda amarela assinado por Irene Sharaff, e outro de seda verde e rosa da estilista Gina Fratini.

Liz Taylor, que morreu após um ataque cardíaco em março, aos 79 anos, atraiu boa parte dos olhares durante a temporada de leilões deste ano, onde tiveram especial relevância alguns retratos da atriz, como "Liz 5", do rei da "Pop Art", Andy Warhol (1928-1987), vendido por quase US$ 27 milhões.

Carlo Allegri/Reuters
Comprador faz lance durante leilão de joias de Elizabeth Taylor
Comprador faz lance durante leilão de joias de Elizabeth Taylor
  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha